©2019 by Vinho e Gastronomia. Proudly created with Wix.com

  • Guto Martinez

Prosecco é Patrimônio Mundial

A região DOCG de Colline del Prosecco di Conegliano e Valdobbiadene The region of Le Colline del Prosecco di Conegliano e Valdobbiadene, onde são produzidos os melhores Proseccos italianos, é a mais recente adição à lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO.


O status foi conferido à paisagem caracterizada por pequenos morros abaulados, "ciglioni" - vinhas em estreitas faixas de terreno gramado - florestas, pequenas vilas e terrenos rurais, conforme a UNESCO, que destaca que a ação do homem deu forma e adaptou este território acidentado. Em particular, o cultivo de vinhas desde o século XVII contribuiu para dar um caráter único à estética dessa paisagem.


A inclusão da região do Prosecco foi simultânea à de outros patrimônios, como a arquitetura de Frank Lloyd Wright, nos EUA, assim como Risco Caido e as Montanhas Sagradas de Gran Canária, na Espanha.


A campanha pela inclusão da região se iniciou em 2008, e a Comissão Nacional Italiana para a UNESCO deu seu respaldo oficial a partir de janeiro de 2017. O pedido incluiu a submissão de um documento com 1300 páginas. A Itália é o país com mais patrimônios mundiais da UNESCO, com 55 locais, sendo alguns deles outras famosas regiões vinícolas, como Barolo, Pantelleria, e outras sete apenas na Toscana.


O líder da candidatura, Leopoldo Saccon, declarou que "a Itália tem muitos Patrimônios da Humanidade, portanto fica cada vez mais difícil para cada novo pedido ser aceito", mas que foi um sonho realizado a adição da nova região à lista.


Colinas e vilas de Valdobbiadene

7 visualizações