top of page
  • Foto do escritorGuto Martinez

Enoturismo: dicas para uma viagem cheia apenas de surpresas boas

Atitudes positivas em situações adversas ajudam. Mas como manter a calma quando o problema surge? VeG conversou com Tiago Lopes sobre como aproveitar sem estressar

Foto: Luciana Martinez

Organizar uma viagem para conhecer um lugar novo é o primeiro passo para garantir um período de lazer e descanso, mas basta um pequeno problema e tudo parece ruir ao nosso redor, um redor diferente, por vezes com língua estranha e pessoas com costumes diferentes... Como resolver um problema com tanta diferença cultural? Para evitar que o passeio azede, conversamos com o turismólogo Tiago Lopes, cujo canal no Youtube tem mais de 200 mil inscritos e que já passou pelas situações mais inusitadas em viagens que vão de uma semana em Paris a visitas à Zona Cerealista de São Paulo.

Tiago Lopes, influencer de turismo

Tiago Lopes dá dicas importantes que passam, sempre, pela nossa atitude diante de um problema, e por isso, em primeiro lugar, respire e olhe em volta, pois a solução pode estar mais perto do que você imagina. Atrasos e imprevistos acontecem, e podem resultar em novas experiências - na pior das hipóteses, você terá uma ótima história para compartilhar e, futuramente, até rir de um perrengue que você passou num lugar que talvez nem vá lembrar do nome!

Outra dica importante é lembrar que a população local pode ajudar, mas lembre-se de falar com quem conhece de verdade a região e pode falar de experiências semelhantes às que você busca. É sempre bom lembrar também que muitos países têm as mesmas questões sociais que o Brasil, então não tenha medo de perguntar os lugares mais seguros para transitar.

Quando falamos em enoturismo, falamos principalmente num tipo de turismo rural, portanto tenha em mente que as regiões vinícolas menos turísticas costumam ter acesso difícil - verifique se o seu transporte consegue acessar essas regiões sem dificuldade em qualquer época, ou se você precisa de algum veículo especial para superar os terrenos.

Com as dicas e o conteúdo de Tiago Lopes, VeG montou um checklist básico para que sua visita às regiões produtoras de vinho sejam um sucesso:

- Como se preparar para uma viagem?

Crie um programa para a sua viagem, lembrando-se sempre de considerar o tempo de deslocamento, as condições locais e o que você precisa antes de sair da sua hospedagem. "Para se organizar na hora de planejar uma viagem, os principais pontos que você deve se atentar são: como estará o clima, se lá é feriado ou não, os festivais, os locais que estarão abertos para você visitar. Pesquise preços e busque as informações básicas para não ter perrengues."

- Quais os melhores lugares para visitar?

Não se esqueça de considerar o "improvável", seja um problema, seja um desvio no caminho, como uma nova opção de destino ou uma mudança quando o programa planejado não é possível ou não parece ser atraente. "Uma boa opção para o enoturista é ir em lugares óbvios procurando os locais que ninguém vai ou ouviu falar. No Chile, por exemplo, existem muitas opções de vinícolas e, ao visitá-las, você escuta algum comentário sobre um local novo que abriu. Ou converse com apreciadores de vinhos, eles sempre comentam de uma localização específica que não é tão popular, mas serve excelentes vinhos", diz Tiago Lopes.

- Sozinho ou guiado?

Dependendo da região a ser visitada, os roteiros podem estar mais ou menos estruturados, sendo que muitas das regiões mais memoráveis podem fugir completamente dos roteiros mais conhecidos, já cheios de turistas e às vezes um pouco cansativos, ou caros. Nesses casos, não hesite em buscar apoio de um guia local, ou de consultar um mapa especializado - e evite explorar regiões que nem mesmo os locais se aventuram!

Uma de suas características mais marcantes, Tiago Lopes destaca que a positividade pode ser uma aliada. "Quando você segue essas dicas que passei, começa a perceber que está lapidando a sua viagem para acontecer da melhor forma possível. Vale destacar que situações ruins acontecem o tempo todo e o que vai impactar se a sua viagem será positiva ou não será a forma como você vê o mundo/situação. Lembre-se que tudo é um processo e, quanto mais experiência você colhe, mais inteligência emocional você vai adquirindo. Só aprendemos na prática!"


Calma! É só uma tempestade de areia na decolagem!



35 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page