• Guto Martinez

Mionetto, o Prosecco número um do mundo

Produzido pela Henkell Freixenet, rótulo laranja é o mais exportado da região

As colinas de Conegliano e de Valdobiadenne, cidades da região italiana do Vêneto, veem as pequenas uvas brancas plantadas desde o Império Romano, mas a popularização do espumante feito por elas vem crescendo mundialmente,


tornando o nome Prosecco facilmente reconhecido, mas é o Mionetto que assume a liderança hoje.

Produzido desde 1887 na DOC Treviso, Mionetto é um Prosecco deliciosamente frutado no aroma, como esperado, com aromas de peras e maçãs verdes marcantes e o tradicional frescor na boca. Possui um caráter um pouco distinto de outros Prosecco por ter mais estrutura, mas sem descaracterizar sua tipicidade. A produção é feita no método charmat desde 1930, o que ajuda a garantir esse caráter fresco que é desejado nas bebidas dessa região.

O laranja do rótulo é a marca sua personalidade, e ajuda a conferir a identidade vibrante da bebida. Destaca-se também no rótulo a característica DOC Treviso, que foi estabelecida em 2009 num movimento de conferir identidade e qualidade ao Prosecco - a própria nomenclatura da uva que deve compor ao menos 85% da bebida foi alterada para seu nome mais ancestral, Glera, para que não se confundam outros espumantes produzidos pelo mundo com os Prosecco italianos.

Com um estilo contemporâneo, frutado e delicadeza de aromas e sensações, mas sem abdicar de um caráter próprio, o Mionetto mostra por que é o líder mundial de exportações, tornando essa uma bebida mais democrática com alta qualidade.

15 visualizações

Posts recentes

Ver tudo